Para que estamos onde estamos?

10.5.13 |


Finalmente assisti a um filme já citado em um dos nossos textos aqui no Juve, há um bom tempo: Histórias Cruzadas. Sinceramente, é um dos melhores filmes a que eu já assisti. Não vou fazer uma sinopse, nem darei um parecer sobre o que achei dele. Só tentarei exprimir tudo que pensei e senti ao assisti-lo. Ele trata, nada mais, nada menos, do que relações humanas de tempos que já se passaram, trata de racismo e lutas por direitos humanos da década de 60. Mas, nada do que aconteceu naquela época é muito diferente do que acontece hoje: preconceito, segregação, falta de compaixão e gratidão.

Há três meses mudei-me, não só de cidade, como de Estado. Tenho vivido dias totalmente diferentes da minha rotina e da vida que levava em Belo Horizonte, longe da família, de amigos queridos. Assim, inevitavelmente, vivo pensando no porquê de toda essa mudança, no porquê de estar vivendo coisas diferentes e conhecendo pessoas e situações que nunca imaginei conhecer. Conversas, estudos, livros, versículos e até filmes que tenho assistido têm me respondido a esses porquês, não só aqui, mas desde que ainda estava em BH. Mais uma vez bato na mesma tecla, e não tenho medo ou vergonha de bater, porque é a mais pura verdade: o único e real motivo de estar onde estou é AMAR. 

Amar, ser útil, ser serva, ser menos egoísta, lutar para que a vida das pessoas que estão à minha volta seja um pouquinho melhor e mais feliz. Importar-me com a dor das pessoas, esquecendo que tenho algumas. Tenho pensado nos meus amigos de BH. Sei que tentei dar o meu melhor a eles, mas que muitas vezes errei, decepcionei, fui egoísta e causei-lhes alguns danos. Não posso voltar atrás e apagar o que já fiz. Mas posso fazer diferente daqui pra frente. Tenho certeza que errarei e decepcionarei meus próximos amigos, mas tentarei dar ainda mais o meu melhor. Não quero que eles me façam feliz, quero fazê-los felizes.

Há um motivo de você estar onde está, na cidade, emprego ou faculdade nos quais está inserido e, por mais que você ainda não tenha se acostumado, não entenda ou não goste ou até não esteja por querer, o real motivo de você estar aí é AMAR, pura e verdadeiramente. Afinal, Não foi esse o motivo de Jesus ter ESCOLHIDO estar em um lugar certamente muito pior do que esse de que você não gosta? Jesus escolheu estar em um calvário, em uma cruz, simplesmente por amor; então, não vejo outro motivo para estarmos inseridos em qualquer outro lugar...

Seja em Belo Horizonte ou no Paraná, seja no Japão ou no Panamá
Seja o seu chefe ou seu gerente, seja o mendigo ou indigente.

Ame. Seja diferente.


Anna

Anna Elisa Souza (Lili)

Sou mais conhecida como Lili. Formada em Jornalismo pela PUC Minas e apaixonada por leitura e escrita desde criança.

Leia mais textos de Anna

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página