Até quando você vai ficar levando porrada?

26.4.13 |


Uma coisa tem me incomodado bastante nos últimos dias: a quantidade de ataques a quem se declara evangélico. Logo comecei a procurar as reais motivações. Antes, o que eu considero ataque? Falas como as do tipo: “Nossa, faz isso e é crente”, “Dinheiro para o Pastor”, “É homofóbico”. Enfim, poderia escrever dois quilômetros de palavras ofensivas, que tenho lido e/ou ouvido ultimamente, que caracterizariam uma verdadeira caça aos cristãos.

Voltando a pensar no porquê de tanta agressividade, me deparo com desconfortáveis meias-conclusões, pois percebo que, na maioria das vezes e por diversos motivos, somos os próprios culpados, ou por falta de conhecimento bíblico, ou um testemunho bizarro, ou sei lá o quê. Não sei mesmo o que se passa na cabeça da maioria das pessoas que se dizem cristãs. 

Vamos começar por quem tem mais visibilidade. As bancadas evangélicas, nas diversas esferas políticas, parecem fazer questão de tomar as atitudes mais discutíveis e fazer pronunciamentos impensados. Algumas vezes, estão até com a razão, mas se expressam de forma agressiva à sociedade e acabam promovendo uma revolta social e um distanciamento da Igreja de Cristo. 

E os cantores “gospel”? É preciso filtrar bem o que vamos ouvir. Infelizmente, ouvimos cada vez mais canções e ministrações voltadas para a emoção. Letras feitas como qualquer outra música, apenas para grudar na memória. A música simplesmente alimenta a alma. Precisamos de cânticos de adoração e do louvor, pois, esses sim, edificam. 

E nós? Nós nos dividimos em um milhão de denominações, cada uma fazendo uma coisa, pregando uma vida cristã diferente. Nem parece que seguimos a mesma bíblia. Vivemos uma total crise de identidade. Sem contar uma denominação ou outra que, volta e meia, aparece metida em um escândalo por aí. 

No livro de Atos está escrito que a igreja primitiva contava com a simpatia do povo e, enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos. E nós, igreja pós-moderna? Contamos com que sentimento do povo? Simpatia? Acho que não. Precisamos rever nossos conceitos e buscar comunhão, unidade e, principalmente, a verdade. Para isso, precisamos primeiro acreditar na bíblia toda e não apenas nas partes que queremos. 

Rogo-vos, pois irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto RACIONAL. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12; 1-2). Assim diz o senhor.

Ah, e já dizia o Pensador: 

Não adianta olhar pro céu com muita fé e pouca luta... 
Até quando você vai levando? (Porrada! Porrada!!)
Até quando vai ficar sem fazer nada?
Até quando você vai levando? (Porrada! Porrada!!)
Até quando vai ser saco de pancada?


Filipe Souza

Filipe Souza

Cristão, jornalista e observador. Quero apenas aprender com tudo que acontece ao meu redor e poder compartilhar isso com as pessoas. É isso!

Leia mais textos de Filipe

  • Google Plus
  • rss


Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página