O lado estético e plástico da nossa vida cristã

29.3.13 |


Será mesmo que pra sermos pessoas de Deus, temos que ter um padrão preestabelecido por dogmas e/ou usos e costumes?

Se o Reino de Jesus é estabelecido em quatro pilares que são: justiça, alegria, amor e paz; e quando nós, como cristãos, evangélicos, ou o que quer que nos denomine, privamos alguém de ter estas coisas, estamos automaticamente deixando o Reino, estabelecendo outra "verdade", desacatando a maior autoridade que temos: Jesus. E creio eu que não há nada que nos descaracterize mais, como cristãos, que isso.

É bem verdade que é bom que o cristão se porte de forma decente, honesta, etc... Porém, não vejo aonde nós temos que ser referências de bons modos (segundo o padrão de bons modos estabelecidos pelo senso comum da nossa sociedade). Os discípulos de Jesus comiam sem lavar as mãos e eram reprovados pelos fariseus por conta disto; Jesus (sim, Jesus!) andava no meio de prostitutas, pescadores, cobradores de impostos, ou seja, pessoas marginalizadas... Que beleza de exemplo esse cara era, hein?!

Se nós analisarmos a vida de Jesus, segundo os costumes e senso comum de nossa sociedade, ele seria aquele tipo de pessoa de quem nossas mães nos mandam ficar longe. Afinal, quem é que quer seu filho envolvido com um cara que bebe em festas, que anda com pessoas de conduta reprovada pela sociedade, que entra no templo e horroriza geral, xingando os mercadores, quebrando as coisas deles, etc?

Há alguns dias um homem que pra muitos é ~ the voice ~ dos evangélicos no Brasil, porque tem a coragem de falar a "verdade", está sendo entrevistado em um programa de muita audiência na TV. E outro homem, que é um "mito" pentecostal, foi eleito para a Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. As manifestações nas redes sociais foram inúmeras, principalmente de pessoas que não são convertidas ao cristianismo.

Se nós lermos a bíblia com menos romantismo e mais focados nos detalhes, vamos ver um Jesus acessível. Um cara que sabia dialogar com todo tipo de gente. Um sujeito simples, sem riquezas, sem nenhum tipo de status social que o elevasse ao nível de ser considerado um membro notável da sociedade da época; porém Jesus, o nosso mestre, aquele a quem nós devemos de fato seguir, amava as pessoas sem reservas. Não havia condições pra que ele amasse alguém.

Cito, um trecho da música de uma banda de que gosto muito, que diz:
"Errado é quem fala correto e não vive o que diz." - O Teatro Mágico

Jesus falava sobre amor, sobre justiça, paz, alegria e, quando tinha a chance de proporcionar isso para as pessoas, ele não pensava duas vezes. A vida dele foi empenhada nisso; ele morreu por esta causa.

Não vejo Jesus ensinando coisas do tipo: "- não falem palavrão!", "não usem determinado tipo de roupa!", "não se misturem com as pessoas do mundo!", "não ouçam música secular!"... Eu o vejo ensinando que era através do amor, que seríamos reconhecidos como seus discípulos. Vejo-o ensinando que aqueles que não trabalham pra que a Justiça do reino seja estabelecida na terra, não serão reconhecidos no céu. (Mateus 25:31-46 link: http://goo.gl/CYJA5)

Participar do Reino de Deus vai muito além de apenas nos portarmos como cordeirinhos, ou seja, pessoas boazinhas, legaizinhas, educadinhas, arrumadinhas, etc... Fazer parte do reino de Deus é envolver a nossa vida, força, recursos, tempo, com a vida de pessoas que necessitam de Deus. E, fazendo isso, corremos um sério risco de sermos imitadores de Jesus de fato e não apenas pessoas com atitudes, gestos, jeito padronizado por normas humanas.

Até quando vamos ficar preocupados/focados com o lado estético e plástico da nossa vida cristã?! Vamos ser como caras que se gabam de um cristianismo que não vivem, ou vamos ser como Jesus, um cara com atitudes "condenáveis", porém capaz de dar a sua própria vida em benefício das pessoas que Deus criou e ama?

Não quero, de forma alguma, gerar polêmica; não estou fazendo apologia ao "palavrão", não estou fazendo apologia à música "secular"... nada do tipo. Apenas gostaria de fazer alguém refletir!

Abraço, pessoal! 

Celebrem a páscoa!


Luiz Fernando Pimentel

Luiz Fernando Pimentel

Sou designer freelancer, arranho uns acordes em minhas guitarras e moro em Vitória/ES.

Leia mais textos de Luiz

  • Google Plus
  • SoundCloud
  • Vimeo
  • Youtube
  • Blogger
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página