O reino das aparências.

28.12.12 |


Era uma manhã calma de sexta-feira, alguns dias após mais um natal. Juvelino preparava-se para mais um dia de trabalho enquanto lia as notícias em seu smartphone e tomava seu leite com achocolatado.

No caminho para o trabalho, encontra um antigo colega da escola; os dois se falam por um instante, lamentam a correria da vida e esboçam algum tipo de satisfação com o reencontro. Fazem aquela famosa promessa que quase ninguém cumpre: "Qualquer dia te ligo, a gente marca alguma coisa!".

No trabalho, ele não vai com a cara da metade dos colegas, mas os suporta e os respeita. Afinal, é o que seu cristianismo de vitrine  manda que ele faça. Se ele não demonstrar ser amoroso e caridoso com aquelas pessoas, como elas verão nele um imitador de Cristo? É assim que ele age. Veste sua máscara de bom cristão e vai pro trabalho de segunda a sexta.

O fato engraçado é que ninguém consegue fingir ser algo que não é por muito tempo. E sempre que tem a oportunidade, Juvelino, deixa escapar seu verdadeiro caráter, mostrando-se intolerante e preconceituoso. E até mesmo bastante egoísta em diversos casos. Apesar de sempre se mostrar amável e gentil, alguns colegas de trabalho já perceberam que, na verdade, ele aguarda boas oportunidades pra se mostrar superior... puro fingimento.

De volta pra casa, acessa suas redes sociais. Tem uma lista de blogs que costuma visitar só pra ser, como ele mesmo se auto-proclama, porta-voz da verdade; ou seja, ele é um troll, no pior sentido da palavra. Enche o peito pra falar de uma teologia aprendida em livros, bastante duvidosos, e congressos e seminários, mais duvidosos ainda. Não deixa absolutamente nada escapar, nem mesmo erros bobos de acentuação ou pontuação. Tudo é motivo pra que ele critique e se mostre melhor que os autores. Já é famoso em discussões de redes sociais por defender seus ídol... não, não deixe que ele veja que chamei as pessoas que ele admira de "seus ídolos". Mas, na verdade, eles são.

Pra cumprir o Ide de Jesus e fazer parte da grande comissão, ele não deixa de usar camisas com estampas criativas e evangélicas; assim, evangeliza em toda parte. Também chama uns amigos "do mundo", para os cultos especiais da igreja. E o evangelismo se resume a isso. Discipular pessoas? Cuidar delas? Não... isso demanda muito tempo e o pastor recebe pra isso! Ele é dízimista naquela igreja pra quê? Afinal, levando as pessoas até a igreja ele já fez a parte dele, e, segundo sua própria concepção, caminha a passos largos para o céu. 

Aos domingos, quando ele não está escalado para tocar no "louvor", se sente meio incomodado. Fica vigiando os músicos escalados pra ver se não vão cometer algum erro durante as músicas... e, quando isso acontece, a cara que ele faz... nem é preciso que ele fale nada. Mas, na hora do cântico de comunhão, só sorrisos e abraços! Ama todas as pessoas como se não houvesse amanhã; porém, quando o último acorde termina de soar, tudo volta ao normal! Faz questão de fazer as pessoas ao seu lado verem a quantidade e valor das notas que ele retira da sua carteira na hora da oferta. Mas, o que ninguém desconfia é que já tem os esquemas... no meio do caminho, as notas grandes voltam pro bolso e ele joga no gazofilácio apenas notas com valor inferior a 10 reais. 

De volta à sua casa, após um culto noturno no domingo, que não foi nada bom pra ele, diga-se,  liga a TV em um destes programas "humorísticos" e se diverte enquanto assiste modelos semi-nuas sendo penduradas pelas suas roupas intimas. 

E então, vem mais uma segunda-feira...

Não, este cara não existe. Foi apenas um personagem que inventei pra escrever este texto. E toda e qualquer semelhança com alguém que você conhece é mera coincidência... 

Feliz ano novo!

Forte abraço,


Luiz Fernando Pimentel

Luiz Fernando Pimentel

Sou designer freelancer, arranho uns acordes em minhas guitarras e moro em Vitória/ES.

Leia mais textos de Luiz

  • Google Plus
  • SoundCloud
  • Vimeo
  • Youtube
  • Blogger
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página