ApósAtolado!

27.12.12 |


Mais uma vez o senhor me traz um confronto muito grande sobre meu comportamento como “missionário”... meu ministério, tem sido um ministério centrado em mim. Aprendi que aquele que não respondesse aos meus critérios poderia ser reprovado. Passei então, depois disso, a reprovar comportamentos e pessoas que se aproximavam de mim, deixei de ouvir muitos líderes pela reprovação que eu, estribado no meu entendimento, acabei lançando sobre eles... e venho aprendendo, nesses últimos dias, que o amor que o Senhor requer de mim é o amor que inclui pecadores, é um amor no qual as fraquezas dos meus irmãos se transformam em motivações pra que eu os abençoe. Tenho que ter isso cravado em minha mente: eu preciso aprender que, na fraqueza dos meus irmãos e minha, se aperfeiçoa o poder do Espírito, pois, na fraqueza, vem o quebrantamento;  na fraqueza se desenvolve dependência de Cristo.


Meus interesses se tornaram meu Deus, meu ego é minha maior fonte de idolatria. Por muito tempo, pensei enganosamente que tudo o que fazia era em prol dos outros;  mas descobri que tudo o que tenho feito, mesmo quando faço pro meu próximo, é pensando única e exclusivamente em mim mesmo e quando ajudo alguém, é pra que minha consciência fique tranquila pelo fato de eu estar cumprindo meu papel de cristão; mas sei que o Senhor me chama a ser como Paulo:  alguém totalmente entregue ao poder do Espírito, guiado por motivações espirituais, alguém que sabe qual seu lugar, que discerne o tempo de caminhar, que sabe quais palavras usar na hora do confronto, sabe pra onde ir quando terminar um trabalho, sabe o que fazer quando as afrontas e as perseguições dos não-crentes recaem sobre ele. 

Eu, na minha fraqueza e na minha mente bitolada, me entrego totalmente a um sentimento de ira e um desejo enorme de fazer com que aquele que fracassou comigo sinta o peso das minhas palavras e das minhas atitudes, fazendo, assim, com que os meus irmãos deixem de fazer parte daquilo que o Senhor partilhou comigo, pra que eu partilhasse com outros: Graça!


Juninho Porto

Juninho Porto

Sou Juninho Porto, alguém motivado a escrever pela falta de motivação do cristianismo protestante!

Leia mais textos de Juninho

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página