31 de Outubro - Reforma Protestante

31.10.12 |


Hoje, 31 de outubro, as igrejas protestantes, particularmente as históricas, comemoram o Dia da Reforma Protestante.

E, ainda que o nosso blog não seja denominacional ou teológico, acho importante lembrarmos esse dia, porque ele deu origem, não só às denominações conhecidas hoje em dia, como também serviu para que o verdadeiro cristianismo voltasse a ser pregado e vivido, trazendo à tona novamente os valores bíblicos que estavam sendo esquecidos pelos cristãos daquela época.

Não vamos aqui fazer um estudo sobre a Reforma, mesmo porque ela já faz parte de qualquer currículo escolar, nem aqui seria o fórum adequado para isso... mas queremos simplesmente lembrar os feitos de grandes homens (e mulheres) que ajudaram a construir a História e se fizeram mártires em nome de uma ideologia, de uma crença... em nome de Jesus.

A bíblia diz, na carta aos hebreus, que temos ao nosso redor uma grande nuvem de testemunhas, falando dos antigos profetas e personagens que ajudaram o povo de Deus no seu projeto de caminhada libertadora. E, certamente, homens como Martinho Lutero, João Calvino, John Huss, John Wesley, e muitos outros, fazem parte desta nuvem de testemunhas, porque também eles enfrentaram a igreja institucionalizada do seu tempo, lutaram contra a comercialização da fé, através da venda de indulgências pela Igreja Católica Romana, aceitaram a perseguição, a prisão e até mesmo a morte pela causa de Cristo, a fim de que o Evangelho pudesse voltar a ser pregado a todos, de forma clara e simples, sem a tutela da Igreja de Roma que se dizia a única capaz de interpretar as Escrituras.

Esses homens lutaram por coisas que faziam parte da genuína pregação do Evangelho, como o sacerdócio universal de todos os crentes, a salvação pela Graça mediante a fé, a importância da santificação, etc; Eles conseguiram que a Bíblia fosse traduzida do Latim, ao qual o povo simples não tinha acesso, para praticamente todas as línguas nas quais ela é publicada hoje em dia. Insistiram, ainda, na suficiência das Escrituras para alcançarmos a salvação, salvação essa que só é obtida pela Graça, através da Fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, não por obras, novenas ou promessas.

Hoje em dia as pessoas se convertem, se batizam, tornam-se membros de uma Igreja, mas não mudam de vida. O problema é que, onde não há uma Teologia forte, também a ética enfraquece, porque a Teologia é mãe da Ética. Nós, cristãos reformados, precisamos fundamentar a nossa ética nas Sagradas Escrituras. Não podemos ser chamados de evangélicos se a nossa conduta não condiz com o que pregamos e nega o cristianismo que dizemos abraçar. A Igreja reformada precisa, ainda, ter um profundo compromisso com a missão, entendendo que o seu campo missionário, a sua paróquia, é o mundo, como dizia John Wesley. A igreja reformada não se desvia do seu chamado, nem se deixa distrair com outras coisas, com "modismos".

Então, amados, que os reformadores nos sirvam de exemplo, sempre. Que saibamos valorizar e honrar aqueles que deram a própria vida em favor de Cristo, para que hoje nós tivéssemos acesso à verdade pura e simples, contida na Palavra de Deus. Que a nossa geração se conscientize de que a Reforma não foi somente um movimento religioso, que foi importante numa determinada época, mas que ela precisa ser uma constante em nossa vida. Um dos lemas da Reforma, atribuído a Calvino, nos alerta: "Igreja reformada, sempre reformando". Ou seja, a reforma não é uma coisa estática, mas dinâmica! E esta reforma não deve ser entendida como uma renovação do conteúdo da fé, mas sim uma restauração do entendimento desse conteúdo, uma atualização na forma de vivermos e entendermos a fé cristã, voltando ao costume de ler a Palavra e dela extrair as nossas referências, compreendendo o que, de fato, Cristo nos legou.

Que este seja, ainda nos dias de hoje, o nosso lema. Reformemos o nosso coração e mente, para que não nos amoldemos a este século, corrompido e corrupto. Que não nos acomodemos com o que os reformadores conseguiram, mas que sigamos em busca de uma nova reforma, não somente em nossas igrejas, mas em nossas atitudes, em nossos corações, em nossas vidas!


Lisieux Souza

Lisieux Souza

Olá! Meu nome é Lisieux, tenho 57 anos, moro em BH e escrevo por pura paixão. Sou poeta,teóloga e pastora...e mãe da Lili!

Leia mais textos de Lisieux

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página