Cantai ao Senhor um cântico novo

14.6.12 |


"Cantai ao Senhor um cântico novo." (SL 96. 1 -6)

A palavra de Deus apresenta, por diversas vezes, momentos em que suas personagens demonstram algum tipo de emoção ou manifestação por meio da canção. Todos sabem o quanto é importante o ato de cantar e o quanto ele faz bem para o corpo e para a alma. A tônica de hoje é apresentar três momentos em que sua canção move o coração de Deus.


Fidelidade a Deus, independente da situação:

Canção de Habacuque 3: o profeta Habacuque, vendo a iniquidade de Judá, sabendo das consequências desta inquidade, ora a Deus em forma de canto, declarando que, independente do peso da mão de Deus, o mesmo seria fiel. Ele nos ensina a sermos fieis na iminência da adversidade.

O fim do seu silêncio


Cântico de Zacarias (Lc 1.67 a 79): cantar liberando o grito da alma após o período de silêncio; Zacarias era um sacerdote que tinha o sonho de ter um filho, mas era avançado em idade, assim como sua esposa, e a mesma era estéril. Uma vez, ele entra no templo para oferecer incenso ao Senhor, aparece-lhe um anjo dizendo que a oração dele havia sido ouvida, que ele teria um filho de nome João. O anjo também disse que Zacarias ficaria mudo até que tudo ocorresse. O mesmo voltou a falar, com esta canção, no dia da circuncisão do filho. Muitas vezes nosso silêncio pode ser uma estratégia de Deus, mas pode ser um sinal da tristeza do nosso coração. Um clamor em forma de canção é o sinal da atenção de Deus e da transformação dos fatos;


A proclamação da misericórdia e ação de Deus:

Cântico de Maria (Lc. 1.39 a 45): cantar adorando a Deus pela confirmação de uma grande bênção; quando Maria é reconhecida por Isabel como a mãe do Messias, ela adora a Deus agradecendo pela misericórdia de ser usada por Ele para fazer-se cumprir uma grande obra. Quando estamos na brecha, Deus nos usa para coisas que, a nosso ver, nós não seríamos capazes. Quando vemos Deus se manifestar por meio de nós, devemos cantar a Deus agradecendo a sua misericórdia;

Em síntese, não importa se exista a iminência da dor, se a dor está prestes a ser vencida ou se a vitória já chegou; não importa se você é um excelente cantor ou se é desafinado e se tem dificuldade com o ritmo; cante a Deus um cântico novo e que seja Ele, sempre, o motivo da sua canção.






Eliézer Gomes

Eliézer Gomes

Publicitário, casado, músico por hobby, ministro de louvor, apaixonado pela escrita e agora, tentando ser blogueiro.

Leia mais textos de Eliézer

  • Google Plus
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página