Deus é Mais

29.5.12 |


Existe já há algum tempo uma força enorme para acabar com o cristianismo; desde séculos passados homens como Voltaire gostam de maldizer o cristianismo e sua santidade e autenticidade. Existe também o gnosticismo, que é, como diz o filósofo Olavo de Carvalho, uma revolta contra o nosso Deus.

Mas o meu medo maior, hoje, é a ideia: "a religião é o ópio do povo". Esse discurso é muito comum em universidades principalmente, mas também entre os marxistas em geral. Até existem marxistas bons e eu conheço um, que é um grande amigo meu, embora entremos em conflito quando se fala de política.

Qual é o grande problema dessas pessoas com Deus? Bom, eu tenho uma opinião, que pode não ser a verdadeira mas é a que Deus me deu. Bom, a verdade é que a existência de um ser como nosso Deus, que é bom infinitamente, para marxistas e comunistas é absurda, porque o mundo é mau, o capitalismo é mau e a religião é ópio do povo.

Uma verdade sobre essas pessoas é: elas todas sofrem muito com o que existe no mundo; elas sofrem e, portanto, um Deus bom sobremaneira é impossível. E confesso, eu mesmo já caí muito nesse discurso e só Deus sabe do meu arrependimento e vergonha ante essa coisa toda. Graças à Sua graça sem fim eu pude ter a bênção de mudar de opinião e, consequentemente, mudar de vida.

A verdade é que toda revolta contra Deus nunca faz bem para a pessoa que odeia; ódio não é um bom sentimento e, se a pessoa quer agir com o ódio para criar algo de bom, ela já está equivocada desde o princípio. Hoje, por exemplo, vivemos uma época de marxismo total no Brasil e na América Latina; um marxismo ao qual é dado o nome de marxismo cultural.

E no que consiste esse tipo de corrente? Em mudar gradativamente o modo de pensar das pessoas no seu íntimo. Então é comum, já que esse tipo de revolução deve ter começado no Brasil com os livros de Antonio Gramsci, que teve seu primeiro livro publicado no Brasil em 1964. E fazer a revolução cultural, com a desconstrução dos valores cristãos, é muito efetiva; com isso nós teremos pastores e padres comunistas. E, veja bem, eles não são pessoas más, só estão sendo levadas por um tipo de pensamento diabólico sem fim.

Então, o que é que podemos fazer quanto a isso, se a escola não ensina mais? Ensinemos nós mesmos, nas igrejas, que Deus é absoluto e maravilhoso e que transforma vidas (para o ódio completo de muitas pessoas, infelizmente). A boa-nova de Jesus Cristo transforma vidas! Vidas imundas se tornam vidas santas e com sede de verdade e Verdade, conhecimento e bondade. E de vontade de fazer o bem pelo bem e não pela luta armada, como era com os marxistas anteriores e hoje é na cultura, para os gramscianos.

Cuidado com as ideias! O lugar por onde nosso inimigo maior, satanás, vai atacar, é no plano das ideias, fazendo com que suas ideias fiquem todas tortas e que sua vida, consequentemente, fique torta; e ele vai colocar na sua cabeça que não existe verdade e que o bem e o mal não existem. Satanás é o enganador, enquanto Jesus é a luz que traz a verdade que liberta.

Na verdade, nada desse mundo deve nos levar a nada; nenhum pensamento mundano, no sentido cristão da palavra, vai nos levar a lugar nenhum. A Palavra de Deus, essa sim, transforma; e, para glória total do nosso Senhor Jesus Cristo, ela me transformou e pode transformar a todos. Basta que nós deixemos Deus agir em nossas vidas, o que não é algo difícil; é, na verdade, algo demasiado simples.

E é essa a confusão do mundo: não achar que as coisas podem ser simples. Muita coisa não iremos compreender e não devemos ter raiva disso; por mais que tentemos e nos esforcemos, não entenderemos muitas coisas... mas, deixe com Deus que Ele sabe de tudo. Entregue sua vida a Ele e Ele o resto fará.


Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página