Ah, é pra Deus! | Parte 04 | Comunicando

3.5.12 |


Olá! No post anterior da série "Ah, é pra Deus!", tratei um pouco sobre a comunicação e hoje gostaria de acrescentar mais algumas observações sobre este tema! Desde já, obrigado por estar acompanhando esta série e o Blog Juvemetodista!

No início do terceiro post, eu usei uma frase do livro A arte não precisa de justificativa de H. R. Rookmaaker, e no começo deste post trago-a novamente, mas com um complemento:

"Com muita frequência criamos barreiras à comunicação do evangelho porque pregamos que nos importamos com as pessoas e que este mundo é de Deus, mas não agimos por esses princípios. Nossa falta de cuidado demonstra que na realidade não nos interessamos pelas pessoas ou pela criação de Deus." H. R. Rookmaaker

Além da falta de cuidado no desenvolvimento de cartazes ou panfletos, é bastante comum percebermos erros ortográficos e gramaticais em textos, placas, convites, etc. O fato é que é muito comum encontrarmos materiais ruins sendo produzidos por cristãos; se você quiser se divertir um pouco, recomendo que dê uma passada na sessão "Propaganda é a alma do negócio" do Profetirando. Lá, você vai encontrar várias pérolas que vão exemplificar muito bem a minha afirmação.

Ano passado, tive o imenso prazer de produzir, a pedido de uma igreja, a identidade visual, cartazes e vídeos de um projeto que eles estavam desenvolvendo para os jovens. Eles pensaram em tudo pra tornar aquele evento um momento agradável e relevante para os jovens da igreja, mas estavam empenhados em trazer visitantes pra ter uma experiência nova, ter contato com o cristianismo de um modo não tão formal quanto na maioria dos cultos e reuniões das igrejas. E, muito antes de fazerem o primeiro culto, estava no planejamento deles, inclusive, contratar alguém para desenvolver a divulgação. Isso é, acima de tudo, cuidado e carinho para com as pessoas! Zêlo pelas coisas de Deus! E são pequenos detalhes como estes que podem facilitar muito nossas vidas ou dificultá-la imensamente!

Além das formas escritas ou impressas de comunicação, qual é a outra muito comum?! Se você está lendo este texto provavelmente deve conseguir ler o que está escrito aqui em voz alta, certo? Tente ler em voz alta: inconsticionali... hehe... brincadeira! Mas a fala é um dos meios de comunicação dos mais importantes! Vamos pensar que alguém recebeu o convite pra participar de algo numa igreja e, ao chegar lá, encontrou um irmãozinho cheio da unção, porém, vazio de vocabulário e sem nenhuma noção de concordância verbal e de tantas outras matérias que são essenciais para que falemos de forma clara. Agora, vamos mais adiante: vamos pensar que, além não saber falar de forma clara e inteligível, esse irmão é fã de um desses grandes pregadores do evangelho que têm DVD, CD, livro, posteres, site, fã clube, cargo político, etc; e, durante sua pregação, o irmãozinho inspirado nos trejeitos do seu pregador preferido, começa a imitá-lo. Conseguiu imaginar a mesma cena bizarra que eu?!

Sei que muitos que lerão o parágrafo acima, vão pensar que eu estou julgando os irmãos que fazem isso e que eu sou um zé mané e tudo mais... mas sei que você não está pensando isso agora, né?! Mas o que acontece é que, se comunicar a palavra de Deus é a principal função da igreja, e aqui cabe igreja como instituição e igreja como corpo de Cristo, e se durante uma reunião, evangelismo, evento, etc, a palavra de Deus é comunicada de forma ruim, o principal papel da igreja não é cumprido. Ah, mas a palavra é de Deus e nunca volta vazia. Ok! Concordo! Se Deus quiser usar uma mula pra falar com alguém Ele usará! O poder do evangelho não está ligado à capacidade intelectual ou à graduação de quem O proclama, porém, isso não pode ser desculpa pra que pessoas que são tidas como "ungidas" tenham sempre a oportunidade de pregar sem terem nenhum tipo de preparo para fazer isso.

A comunicação falha da palavra de Deus ao longo dos anos e, mais especificamente nos dias em que vivemos, tem gerado muita confusão na cabeça das pessoas. Teologias insanas são criadas em cima de pretextos gerados por textos bíblicos descontextualizados e isso desgraça a vida de pessoas a quem a graça de Deus é ofertada através do sacrifício de Jesus.

A comunicação da palavra de Deus é uma grande fatia da missão da igreja na Terra, mas quem pensa: "Ah, é pra Deus! O Espírito Santo de Deus completa aquilo que eu não conseguir..." e deixa isso se tornar uma regra e, por isso, não se preocupa em ler mais pra melhorar seu vocabulário ou estudar um pouco sobre regras gramaticais e ortografia pra escrever e, consequentemente, falar melhor, mostra que não se importa com a obra de Deus, com as pessoas e com uma das principais missões deixadas por Jesus para a igreja: o anúncio de Sua palavra.

Mas a mensagem do evangelho é transmitida de outras formas, concorda? Não é só falando, escrevendo ou desenvolvendo cartazes, panfletos, blogs, etc; muita gente usa a arte pra desenvolver coisas pra Deus. E, por isso, eu informo neste momento que esta série continua!

Em nosso próximo encontro vou tratar um pouco sobre a arte dentro deste contexto abordado pela série "Ah, é pra Deus!". Espero que você, que está acompanhando a série, esteja curtindo e peço que deixe sua opinião nos comentários! É muito importante saber quais as suas considerações sobre os assuntos levantados! Até a parte 5, se Deus quiser!

Forte abraço!


Luiz Fernando Pimentel

Luiz Fernando Pimentel

Sou designer freelancer, arranho uns acordes em minhas guitarras e moro em Vitória/ES.

Leia mais textos de Luiz

  • Google Plus
  • SoundCloud
  • Vimeo
  • Youtube
  • Blogger
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página