Vem me socorrer

12.3.12 |


Essa música tem um significado forte para mim, desde a primeira vez em que a ouvi. Curto muito o trabalho da banda Palavrantiga e, em especial, o Marcos Almeida, pelo qual tenho grande admiração, pelo pouco que conheço dele através da internet.



Voltando à música, sempre que a escuto sou envolvida por muitos pensamentos sobre minha condição de vida, meu relacionamento com Deus, minha dependência d'Ele e, muitas vezes, minha ignorância de pensar que tenho algo além d'Ele (tudo passará). Dessa vez, gostaria de compartilhar o que me ocorreu.

Logo no início da música, ouvimos “Não tenho um tom, não tenho palavras, não tenho um acorde que me socorra agora. Tudo foi embora; só tenho você!”. Naturalmente, lembrei-me de situações em que eu me sentia assim. Sem forças, sem nada, somente com uma vontade enorme de que Deus me ajudasse a recuperá-las de alguma maneira. Envolvida por essa necessidade de auxílio, eu sentia minha fé gritando, como se ela tivesse dado um sinal de vida. Percebia que, nos momentos de fraqueza, eu me sentia mais próxima de Deus... afinal de contas, parecia ser a única alternativa.

Depois de pensar nessas coisas, fiz uma pergunta ao Luiz (lindo!): porque é mais fácil o ser humano se sentir próximo de Deus nos momentos de fraqueza? A resposta foi simples e objetiva: “É nessas horas que nós, momentaneamente, reconhecemos que não podemos fazer nada sem Ele. Depois, voltamos a viver por nossas forças.”

Entendi que dependemos de Deus de uma maneira muito egoísta. É fácil buscá-lo quando estamos angustiados por algo e nossa condição humana não consegue processar de imediato. Quando estamos bem, esquecemos que não seríamos nada sem o amor e o favor imerecidos de Deus.

Erramos ao fazer de Deus nosso amuleto da sorte, ao nos rendermos a simbolismos supersticiosos, quando O buscamos quando nos convém. Nossa condição humana nos leva a esses comportamentos.

Quando, finalmente, eu percebo essas minhas falhas como humana, o refrão desta música faz todo o sentido pra mim. Não por eu estar passando por momentos difíceis na vida, mas por reconhecer que, em qualquer situação que eu estiver, sem Deus, eu sou errante sempre.



"Eu canto pra ti
Sei onde estou
Olhando pra mim posso saber
Que nada sou

Eu grito pra ti oh Deus
Vem me socorrer
Olhando pra mim posso saber
Que nada posso fazer"



Samara Lacerda

Samara Lacerda

Nasci em 1991, moro em Minas Gerais. Estudo Psicologia, a ciência que amo e escolhi. Sigo Jesus, o mestre que me inspira a viver, que me escolheu.

Leia mais textos de Samara

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página