Um Deus Inquieto

23.2.12 |


Mais uma vez quero compartilhar um texto que li na internet, de autoria do pastor Guilherme Burjack, a quem pedi autorização pra postar aqui. Achei este texto interessantíssimo pois ele expressa de forma muito clara um pensamento que tenho há anos. Então, a ele:

Um dia Deus chamou Moisés para uma longa conversa (40 dias). Depois de passado este tempo todo, Ele disse que gostaria de morar no meio do seu povo. Para isso encomendou um tabernáculo e criou uma série de normas para a convivência difícil entre a santidade absoluta d'Ele e o pecado do ser humano. Mas funcionou.

Deus, que não cabe em lugar algum, decidiu viver de forma nômade juntamente com o seu povo. Numa época em que as divindades eram locais, Ele quis viver em movimento. A ideia foi tão boa e Ele gostou tanto, que decidiu não só habitar com o ser humano como também se tornou um de nós em Cristo Jesus, o Deus conosco, O Deus entre nós. 

Quando Deus chamou Jesus, o Cristo,  para assumir um lugar no trono celestial, ficou parecendo que seria uma despedida, um até breve. Mas não foi assim que Ele desejou,  nem foi assim que aconteceu.Afinal de contas a convivência, apesar de tumultuada, foi muito gratificante; então, Ele agora faz morada nos seus filhos, seu novo tabernáculo.

Não é maravilho imaginar isso? Pôxa, se é.

Sabendo e admirando tudo isso, não é estranha a necessidade de alguns irmãos e irmãs em amar mais a placa dos templosque frequentam do que o irmão que é o próprio tabernáculo? Mais estranho ainda é o apego por um Deus territorial e geograficamente estático (é na igreja tal, endereço tal, que a bênção está!) quando Ele, lá bem atrás, decidiu caminhar no meio do seu povo e, agora,  no seu povo?

Pois então, não seria legal para todo mundo entender que Deus vive em seus filhos e anda conosco e através de nós? Um Deus que decidiu e permanece nômade e não estático? Ao invés de amar tanto o local da reunião, que tal amar mais quem vai às reuniões? Que tal ir ao encontro de seus amigos e vizinhos que precisam de uma palavra de paz e de consolo?

Um Deus que está em movimento constante deve estar  incomodado com a forma estática que vivemos.

Pense nisso.

BIO:
Guilherme Burjack, esposo, pai e pastor.

Curtiram o texto?! Achei muito bacana! Cliquem no link que está no nome do pastor e acessem o blog dele também!

Abraços,

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página