Um bom exemplo, por favor! - #01

27.2.12 |


Estou cansado de ver tanto mau exemplo no meio evangélico. Estou sempre me deparando com situações em que pastores, cantores, evangelistas, apóstolos e sei lá mais o que do meio gospel são pegados em situações que sujam o nome de Jesus Cristo, fazendo com que a credibilidade do protestantismo diminua a cada mau exemplo dado por eles.


Contudo, existe algo me entristecendo mais que o mau exemplo desses irmãos. Ver todos esses vexames divulgados e espalhados em milhares de blog’s e nas redes sociais por pessoas que se consideram cristãs tem deixado meu coração inquieto e entristecido há muito tempo. Será que esses irmãozinhos não têm a noção de que, ao divulgar este tipo de conteúdo, estão dando um tiro no pé? Digo isso por um único motivo: nós, que estamos dentro do movimento evangélico, sabemos separar as diversas denominações e, às vezes, até aberrações que existem em nosso meio, todavia, as pessoas que não estão inseridas no nosso contexto, geralmente tendem a generalizar todo o movimento (existem exceções, mas a maioria generaliza), considerando tudo a mesma coisa, jogando tudo dentro da mesma caixa.

Digo isso por experiência própria, pois já fui vitima dessa generalização. Como se não bastasse isso, faço parte de um grupo que tem tido a sua imagem totalmente denegrida com todos esses maus exemplos do nosso meio. Sou seminarista, estudante de teologia e tenho a enorme vontade de me tornar um pastor. Para ficar mais claro, vou lhe contar uma de minhas experiências: 

Em um belo dia reencontrei um amigo de escola que não era cristão e, enquanto conversávamos, ele me perguntou o que estava fazendo da vida; então lhe disse que estava morando em São Paulo e estudando teologia, para me tornar um pastor. Logo veio uma piadinha dele que me derrubou no chão de vergonha: “Agora vai pedir dinheiro igual o Edir Macedo?”. Confesso a vocês que fiquei muito sem graça com a situação e logo arrumei um jeito de sair da conversa e ir embora.

Acredito que muitos de vocês já passaram por situações em que foram vitimas dessa generalização e acredito que não foi uma situação confortável.

Com tudo isso, tenho visto que gastar nosso tempo mostrando tudo que há de ruim dentro do meio evangélico não é uma boa opção. Não estou excluindo o fato de que realmente existam maus exemplos e que realmente eles nos deixam envergonhados. Mas, será que melhora a situação usarmos nosso precioso tempo pra divulgar esse conteúdo e, pior ainda, contribuir para que os que estão fora do nosso contexto tenham uma visão distorcida de quem nós somos?

Diante desta minha indignação, pensei em fazer o oposto do que tem sido feito por muitos. Nos dias de hoje precisamos de bons exemplos para ser seguidos;  afinal de contas, de maus exemplos o mundo já está cheio e eles já estão sendo bem divulgados pela televisão e pela internet. Estão, me propus fazer uma série (que se iniciará no meu próximo post) em que irei divulgar os bons exemplos do meio protestante evangélico. Homens, mulheres, pastores/as, missionários/as, ministérios, igrejas e projetos sociais que geram bons exemplos e que me motivam a caminhar nos caminhos de Jesus, acreditando que existe esperança de um viver cristão sério e comprometido com a expansão do Reino de Deus. Não vou priorizar denominações ou afins, mas sim aqueles que têm deixado um legado de esperança, paz, amor e justiça por onde passam.

Desafio você a divulgar bons exemplos e, ainda mais, a ser um deles!

Um bom exemplo, por favor!

Até a próxima;


George Paradela

George Paradela

Sou seminarista, tenho 22 anos. Moro em São Bernardo do Campo/SP, gosto de trabalhar com juventude, amo música e estudo teologia.

Leia mais textos de George

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

2 comentários

Anna Elisa

George!Muito bom o seu texto! Gostei mesmo! Precisamos parar de apontar o dedo e indicar as coisas erradas e procurar bons exemplos de cristãos a serem seguidos! Quero ser um bom exemplo! Abraço.

Arone Campos

Excelente cara! Concordo plenamente com você. Tô cansado de tanto cristão fazendo piadinha de cristão. Muita gente se preocupa mais com o "senso de humor" e se esquece que muita gente não tem conhecimento do que ocorre no meio evangélico. É isso aí, precisamos seguir e nos tornarmos homens "dos quais o mundo não era digno"

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página