Hayao Miyazaki

17.2.12 |


Hayao Miyazaki é um dos maiores e mais famosos diretores de cinema de animação japonesa. É o diretor do filme “A Viagem de Chihiro”, que eu já postei aqui no blog. Hayao nasceu em Tóquio, durante a Segunda Guerra Mundial. Sua família e sua infância têm uma relação muito importante com as histórias de seus filmes. Durante boa parte dela, sua mãe esteve hospitalizada com tuberculose, o que é bem familiar ao filme “Meu Vizinho Totoro”, no qual a mãe de Mei e Satsuki está na mesma situação. Em 1958, Miyazaki assiste seu primeiro filme de animação colorido no Japão. Entra no curso superior em Ciências Políticas e Econômicas e só depois de sua conclusão começa a se envolver com o mundo dos desenhos animados.

Em 1962, começa a trabalhar na Toei Animation, especializada em “tokusatsu” (aquelas séries japonesas como Jaspion e Kamen Rider), e também o próprio estúdio que produziu Dragon Ball Z (que todos nós conhecemos, mas não necessariamente na mesma época do Miyazaki, é claro). Foi nesse estúdio que Hayao conheceu duas pessoas importantes: sua esposa e um de seus maiores parceiros na produção dos seus filmes, Isao Takahaka. Em 1971, ele sai do estúdio Toei e continua o trabalho já iniciado anteriormente à sua saída, “Prince of the Sun”.

Ao mesmo tempo em que Miyazaki trabalhava em alguns filmes, ele produziu uma de suas principais obras, a série “Nausicaä do Vale do Vento”, que fez tanto sucesso que conseguiu fazer com que o diretor criasse o Studio Ghibli, junto com Isao Takahaka.

O Studio Ghibli é responsável pela produção dos mais famosos filmes de animação japonesa. Entre os filmes de Hayao Myiazaki (produzidos neste estúdio) estão “Princesa Mononoke”, “Porco Rosso”, “Ponyo” e é claro, “A Viagem de Chihiro” e “Meu Vizinho Totoro”.

Como já pude anteriormente escrever sobre um de seus filmes, Miyazaki consegue colocar neles toda uma cultura extremamente diferente da nossa, fala sobre o comportamento humano, guerras e até ecologia. Seus filmes são ricos em ensinamentos de valores, colocados de formas tão naturais. Eu diria que seus filmes podem ser comparados com os contos de fadas. Sabemos, por história, de que eles serviam primordialmente para dar ensinamentos às jovens da corte real, de forma “diferente”. Consigo enxergar em seus filmes a mesma vontade de ensinar, sem precisar usar imperativos. Além disso tudo, são filmes extremamente ricos em cores, formas e trilhas sonoras encantadoras.

Curiosidades: Hayao Miyazaki recebeu o Leão de Ouro na Mostra de Arte Cinematográfica de Veneza em 2005. Também foi premiado com o Urso de Ouro, no Festival de Berlim em 2002, e o Oscar de melhor filme de animação em 2003, ambos com o longa “A Viagem de Chihiro”.


Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página