Como viver bem

28.2.12 |


Tenha paciência e saiba olhar o seu semelhante como de fato seu semelhante. De nada adianta você bater no peito e falar que é cristão, se você não age como Cristo agiria. Não adianta andar por aí, nas suas roupas de marca (ou não) e julgar seu próximo como se ele fosse inferior a você, por não seguir a Jesus - com essa atitude, nem você tá seguindo. E é simples perceber isso; só não é fácil, na maioria das vezes. É como se alguém nos desse um palanque, logo após termos aceitado a Jesus, e, à medida que o tempo passa, a gente começa a enxergar que temos Jesus e o outro não, por isso somos melhores.

Bom, o que é seguir a Cristo então? Boa pergunta; e eu vou respondê-la como eu imagino que pode ser o ideal - o ideal que nunca alcançamos. Então, primeiro de tudo, humildade. Uma humildade que passe através dos preconceitos sociais e que nos dê uma criticidade além-mar, que nos faça ver que também somos pecadores como qualquer um outro. Na verdade, o que nos difere é essa humildade de saber que, se quisermos, Deus pode nos perdoar através do nome do Seu filho, Jesus Cristo. E ter essa humildade não é coisa pra qualquer um. É coisa que só gente atenta pode adquirir.

Segundo passo: leitura da Palavra de Deus. Não existe maneira de termos santidade e conhecimento divino, sem lermos a Palavra de Deus - a Bíblia. Desta forma, podemos ampliar nossa visão como cristãos e como gente propriamente dita. Poderemos enxergar no outro que todos nós somos falhos e pecamos, no simples ato de pensar. O que age de forma bilateral: à medida que somos humildes, lemos a Palavra; e, à medida que lemos a Palavra, somos mais humildes. E ter essa consciência de que precisamos ler a Palavra é um belo julgamento pessoal.

Terceiro e último passo: oração constante. Não há maneira de ser cristão e viver sem orar. Oração, além de tudo que é, é terapia. E, pelo simples fato de analisarmos friamente isso e reconhecermos, viver em oração pela nossa educação, pela nossa vida, pela nossa família, pelas nossas namoradas e esposas e também amigos, por tudo que sentimos e pensamos, por tudo que tange o nosso alcance. Orar é necessário, assim como é necessário que trabalhemos, que amemos, que vivamos.

Então... três pilares nos dão uma visão maior do que podemos ser como cristãos e como gente: Ter humildade, ler a Palavra de Deus - a Bíblia - e viver uma vida de oração! Que meditemos nisso e pensemos que tipo de criatura queremos ser diante de Deus e da sociedade.

Deus nos abençoe ricamente!

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Marcos Lamego

Algumas marcas do cristão são o domínio próprio, a mansidão e a maturidade espiritual, se você deve saber contornar situações difíceis entendendo que os pecados, dificuldades dos outros não são maiores que os seus são apenas diferentes. Se tenho maturidade para não cair em alguma coisa que meu irmão caiu devo ao invés de julgá-lo ajudá-lo a sair desta situação. Certamente ele me ajudará a sair de situações em que ele tenha maior maturidade espiritual do que eu. Acho que em suma ocorre uma troca cada um é maduro em alguma área da sua vida e deve ajudar o outro que não é nesta área. Suportai uns aos outros! abços

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página