Tocou-me. A Música Gospel de Elvis Presley

4.1.12 |


Há um mês publiquei um texto sobre a origem da Música Gospel, nele disse que ela influenciou um dos maiores nomes da música moderna, Elvis Presley, rei do Rock and Roll. Como ressaltado nele, essa música gospel era muito diferente da nova e multifacetada atual. Caso não tenha lido e quiser conferir, esse é o link: http://www.juvemetodista.com.br/2011/12/musica-gospel-o-surgimento-do-estilo.html
Não sou um profundo conhecedor de sua biografia e nem é minha intenção aqui fazer um texto com esse cunho. Farei menção especificamente de sua relação com a música gospel tanto na infância e adolescência, quanto na vida profissional.

Tomei como base o documentário “He Touched Me – The Gospel Music of Elvis Presley” (Tocou-me – A Música Gospel de Elvis Presley), que está disponível no youtube integralmente, divido em algumas partes. Sugiro que assista-o, pois nele poderão ver fotos da infância e juventude de Elvis, alguns episódios importantes como seu batizado. É possível ver também alguns depoimentos preciosos como o da diretora do Elvis Presley Birthplace (local de nascimento, disponível para visitas turísticas) - http://www.elvispresleybirthplace.com/, de integrantes de quartetos vocais como os “The Jordanaires”, “The Imperials” que fizeram parte de sua banda como vocal de fundo e de integrantes de quartetos vocais que fizeram parte de sua adolescência como “The Blackwood Brothers” e “Statesmen”. Vale ressaltar que todos esses quartetos supracitados são quartetos de música gospel.

Elvis passou boa parte de sua vida morando em uma casa de apenas 2 cômodos em Tupelo em Mississipi onde foi criado sob ensinamentos religiosos na 1ª Igreja Assembléia de Deus. Era comum encontrá-lo, quando criança, em apresentações gospel pela cidade. Em 1948, junto com sua família, muda-se para Memphis, capital responsável por colocá-lo na história.

Há um lado de Elvis Presley pouco explorado pela mídia, de um homem extremamente espiritual que cultivava imenso amor pela música gospel. Pode-se afirmar que seu primeiro contato com a música foi através desse estilo, produzido em sua infância.

Recortei alguns trechos que considero marcantes do documentário, segue o vídeo abaixo:




Elvis Presley gravou discos de música gospel e, devido a sua fama, abriu-a para o mundo. Como visto no vídeo, ele cantava as canções em suas apresentações “seculares” e me arrisco a dizer que fazia com total sinceridade. Não tenho dúvidas que o nome de Deus foi louvado e pregado nesses shows!

Levanto agora uma questão polêmica e que assombra a maioria das igrejas atualmente. Baseado na vida de Elvis Presley, onde se faz a divisão entre a música que louva e que não louva a Deus? Músico cristão pode trabalhar com música secular? Músico secular pode louvar a Deus em seus trabalhos?

Pense em quantas pessoas hoje conhecem canções como “Tocou-me” e “Vencendo vem Jesus” graças às gravações de Elvis. Quantas pessoas se converteram devido a isso. Termino com uma frase de Elvis dita a um repórter: “Nunca esperei ser alguém importante. Talvez não o seja, mas o que quer que eu seja... o que quer que eu faça, será o que Deus escolheu pra mim. Sinto que ele observa cada passo meu”.


Vinícius Rodrigues

Vinícius Rodrigues

Músico, guitarrista/violonista. Licenciando em Música. Maníaco por Jazz e música brasileira.

Leia mais textos de Vinícius

  • SoundCloud
  • Youtube
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

2 comentários

Anna Elisa

Muito bom o texto Vinícius! Acho essa linha que separa gospel/ secular muito tênue! Tem tantas músicas seculares que quando ouço sinto Deus tão próximo de mim, sinto, até mesmo Ele falar comigo e consigo louvá-lo através de muitas delas! E existe músicas ditas gospel que eu n consigo sequer escutar e acho que até o próprio Deus não consegue! Como estava dizendo a uma amiga ontem...Achar que Deus se manifesta apenas através de determinadas músicas (gospel ou não) é colocá-lo dentro de um potinho e dizer a Ele como Ele deve agir!

Curti muito mesmo seu texto! Parabéns!

Beijos!

Vinícius Rodrigues

É isso mesmo Lili! que bom que gostou :) beijim!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página