O Bicho homem

3.1.12 |


Caminhando pro trabalho pela manhã, ouvindo música alta no fone de ouvido, vinha, inclusive, louvando a Deus. Distraída com a música e desligada do resto do mundo, tomei um susto ao reparar que passei MUITO perto de um monte de pano no chão. Esses panos estavam no meio da calçada; no meio mesmo... não estava num cantinho como é de praxe encontrar nas grandes cidades (ou até mesmo nas pequenas) e, por isso, o meu susto. Não estamos acostumados a encontrá-los assim, no nosso caminho. Estão sempre nos cantos, nas periferias, nos becos, embaixo das marquises e pontes. E como, na maioria das vezes, não os queremos ver, não precisamos olhar pros lados. Continuamos nossos caminhos, muitas vezes sem notá-los, ou fingindo que não notamos.


Mas esse monte, não teve como eu fingir que não via. Fiquei pasmada e sem ar quando vi do que se tratava. Parei com todos os meus pensamentos de louvor por uns segundos... lembrei-me de um poema que li e aprendi na escola e acredito que tive o mesmo sentimento que, certamente, o autor, Manuel Bandeira, teve quando se deparou com uma situação parecida:

O BICHO

VI ONTEM um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.

Aqueles panos sujos, no meio da calçada eram restos de roupas velhas sujas, apenas? Era apenas lixo? Era algum animal? Não! E digo com tristeza e sem saber o que fazer com ela, que aquele monte de pano em cima do qual muitas pessoas como eu quase pisaram, do qual muitas pessoas desviaram sem nem notar...era um HOMEM.

No momento, apenas meditando naquela música da banda Palavrantiga... “Onde está você que diz que me adora, mas não estende a mão?”. E sentindo que eu sim sou um bicho!

A paz.


Anna

Anna Elisa Souza (Lili)

Sou mais conhecida como Lili. Formada em Jornalismo pela PUC Minas e apaixonada por leitura e escrita desde criança.

Leia mais textos de Anna

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página