A nossa dose diária

3.1.12 |


Diariamente precisamos de uma dose de Jesus, para ficarmos numa boa, relaxados, tranquilos, felizes de fato. E, com esse pensamento, chamo a sua atenção para o seu dia.

Como você tem levado seu dia? É na oração constante ou é no pensamento vil? Parece balela de falsos moralistas, mas não é, meus camaradas e minhas camaradas. Você já deve ter ouvido dos crentes mais antigos que, sem Deus, não somos nada; pois é... quando eles falam isso é pro nosso próprio bem, pra nossa própria boa preservação como cidadãos e como cristãos propriamente ditos.


Meus dias eu tento levar de forma leve, sem pegar no pé de ninguém, nem no meu. Tento passar o tanto de amor possível, às vezes além do necessário – o que, na maioria das vezes, é mal interpretado. Mas eu piso na bola também, me indisponho com alguns também e peco também; mas todos os dias é aquela coisa da terapia de Deus; tento passar meus dias como numa terapia divina (mais uma vez trazendo o assunto da terapia com Deus).

Tentemos, portanto e para tanto, olhar pro céu ao invés de pro inferno; porque crente, só porque é crente, não é perfeito; dá suas olhadas pro abismo também. O segredo é o pensamento. E é assim que quero finalizar.

O nosso pensamento transforma; a fé move montanhas (eu sei que é clichê, mas é também uma grande verdade; ao se olhar a frase como uma metáfora, por favor). Só de você pensar positivamente e com bom coração, de bom grado: todas as suas coisas se transformam em coisas boas e em “tudo que se toca vira ouro”.

Reflita e faça parte desse pequeno movimento que se baseia na Terapia com Deus: viver com Deus em todos os lados e por todos os cantos.

Que a paz do Senhor seja com todos nós. 

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página