Guardar.

12.1.12 |


Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.
Em cofre não se guarda coisa alguma.
Em cofre perde-se a coisa à vista.

Guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por
admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

Guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por
ela, isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela,
isto é, estar por ela ou ser por ela.

Por isso melhor se guarda o vôo de um pássaro
Do que um pássaro sem vôos.



Por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,
por isso se declara e declama um poema:
Para guardá-lo:
Para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:
Guarde o que quer que guarda um poema:
Por isso o lance do poema:
Por guardar-se o que se quer guardar.

("Guardar", de António Cícero)

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. (...) Ele te cobrirá com as suas penas e debaixo das suas asas estarás seguro; (...) Pois aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.” (Trechos do Salmo 91)

Temos acima um maravilhoso poema e um texto bíblico que podemos considerar um amuleto, o famoso Salmo 91. (Já repararam que, normalmente, quando há uma bíblia aberta numa estante, mesa, púlpito, etc... ela está aberta neste Salmo?) 

Não quero tratar da religiosidade vazia das pessoas que pensam que este Salmo pode trazer algum tipo de proteção ou benção para o local onde ele está exposto. Quero falar do tema principal dos dois textos, um verbo muito usado, Guardar.

Sempre que li este Salmo, era tentado a imaginar todas as alegorias e analogias feitas pelo salmista. Ficava imaginando de fato a sombra do Onipotente me cobrindo, ou então eu protegido embaixo das asas dEle. E todas as demais coisas citadas. Porém, na prática, é impossível enxergar estas coisas. Ando pela rua em dias ensolarados e não há sombra alguma me cobrindo e nem assas me protegendo. Vejo-me exposto a este mundo, às pessoas, ao mal, ao bem, à chuva, ao sol, etc. E, não é pra menos, seria no mínimo muito estranho se as afirmações do salmista fossem literais. Mas espera, não estou dizendo que Deus não faça as coisas descritas neste Salmo, não precisa parar de ler o texto e o blog! Espero explicar tudo daqui a pouco.

Quando Jesus orou pelos discípulos que ele tinha e ainda teria, pediu que Deus não os tirasse do mundo, mas que os livrassem do mal. Não sei se é de seu conhecimento, mas, a grande maioria dos discípulos, os apóstolos da igreja primitiva, tiveram mortes horríveis. E porque eles foram mortos assim? 

Porque eles não fizeram do Senhor o seu escudo e sua fortaleza? Não, pelo contrário. A forma que usa pra nos guardar deste mundo tenebroso é exatamente nos expondo, nos colocando no fronte da batalha, nos incentivando a continuar mesmo que a luta pareça perdida, ou que a batalha seja complicada demais. 

O guardar de Deus não é como as pessoas que usam o Salmo 91 como amuleto pensam ser. Ele não nos poupa de situações complicadas ou de tribulações, mas enquanto as vivemos, nos prova seu amor, porque Ele nos ama. E constantemente somos fitados, vigiados por velados por Ele. Mas isso não quer dizer que estamos imunes ou isentos da dor, tristeza, angústia e sofrimento. 

Ele nos guarda nos expondo pra que sejamos aperfeiçoados em seu amor, pra que, a cada dia, confiemos mais em sua graça e misericórdia. Você não está escondido dentro de um cofre, ou ofuscado por penas de uma grande asa. Você está no lugar certo para ser iluminado por Ele, e, graças a isso, iluminar a muitos. 

Forte abraço,


Luiz Fernando Pimentel

Luiz Fernando Pimentel

Sou designer freelancer, arranho uns acordes em minhas guitarras e moro em Vitória/ES.

Leia mais textos de Luiz

  • Google Plus
  • SoundCloud
  • Vimeo
  • Youtube
  • Blogger
  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página