Aprendendo com quem nós ensinamos...

24.1.12 |


Durante essas férias tive a oportunidade de rever meu queridinho afilhado Ryan, que mora em Caratinga, MG. E, a cada vez que o revejo, me surpreendo com o crescimento e o desenvolvimento dele, ainda mais que durante esse tempo tive a oportunidade de vê-lo dando seus primeiros passinhos. Confesso a vocês que foi uma experiência muito gostosa e divertida.

Porém, uma atitude do Ryanzinho, em especial, me chamou a atenção. Apesar dele já conseguir dar seus primeiros passos ele sempre me chamava dizendo: "Tio Gege; mão!", pedindo a minha mão para acompanhá-lo, quando ele percebia que não conseguia fazer algo sozinho. Vendo isso, várias vezes eu pude enxergar que o Ryanzinho não tinha dificuldade nenhuma em se humilhar e reconhecer que ele não conseguia fazer certas coisas sozinho, e, ainda mais, em reconhecer que ele necessitava de alguém ao lado dele para guiá-lo e lhe dar segurança.

Assistir a esse gesto me fez lembrar o texto bíblico de Marcos 10.15 (Tradução NVI): “Digo-lhes a verdade: Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele”, texto em que Jesus usa uma criança, que era um sinal de humilde dependência em seu tempo (Segundo a tradição judaica o valor religioso da criança é ainda menor que o da mulher), para representar como devemos receber e viver em seu Reino. 

Contudo, uma pergunta martelou a minha cabeça: Como nós temos recebido o Reino de Deus? 

Percebo que, muitas vezes nos frustramos e caímos, porque insistimos em viver confiando nas nossas forças. Se não bastasse isso, ainda vivemos com o medo de reconhecer a nossa limitação e fraqueza, porque o mundo e, às vezes, até a igreja, declara em alto e bom som que o mundo é somente dos vencedores e fortes e os fracos não têm vez, gerando uma ideologia triunfalista que nos deixa mais e mais vulneráveis e propensos a cair.

Essa ideologia triunfalista tem gerado muitas crianças; mas crianças mal criadas, que vivem caindo e caindo, porque a ideologia não as deixa entender que no Reino de Deus existem momentos em que é preciso fazer como o Ryanzinho; se humilhar e pedir a mão para ser guiado em segurança. Para receber o Reino de Deus é preciso entender que é na fraqueza que somos fortes. No Reino de Deus a ideologia triunfalista não entra, porque só entra quem está disposto a ser o menor. Quem está disposto a ser uma criança dependente e humilde.

A minha oração é que eu e você possamos, cada dia mais, diminuir e reconhecer que precisamos da mão de Deus, para que Ele possa sempre guiar nossos passos em segurança.
Desafio você a se humilhar; e aprender com quem nós ensinamos.


George Paradela

George Paradela

Sou seminarista, tenho 22 anos. Moro em São Bernardo do Campo/SP, gosto de trabalhar com juventude, amo música e estudo teologia.

Leia mais textos de George

  • rss

Todos os textos e imagens de JuveMetodistaBLOG são licenciados sob uma Licença Creative Commons. Clique aqui para saber mais sobre isso.
Leia também:
2leep.com
Deixe seu comentário!

Postar um comentário

Olá, ficamos felizes com sua visita no JuveMetodista BLOG! Obrigado por ler este post! Aproveite sua visita e deixe um comentário! Forte abraço!

Página Anterior Próxima Página